TESTE DE CRIATIVIDADE
O primeiro passo para o desenvolvimento profissional e de sua criatividade é a auto-avaliação, é a percepção do que precisa ser trabalhado.
Ninguém nasce criativo ou não criativo. 
A criatividade é fruto da prática, do treinamento.


Abaixo, coletamos 3 dos desafios de criatividade mais comumente usados como "autoteste". Embora o “teste” de criatividade esteja longe de ser uma ciência exata, experimentar esses desafios pode gerar insights sobre quando e como você é mais criativo.
 

Ao invés de usar um teste padronizado, os experts em criatividade buscam por certas características que as pessoas muito criativas possuem.

FLUÊNCIA: o número de ideias, sentenças e associações que uma pessoa pode pensar quando apresentado a uma palavra, conceito ou problema.

VARIEDADE E FLEXIBILIDADE: a diversidade de diferentes soluções que uma pessoa pode encontrar quando solicitada a explorar os diferentes usos de alguma coisa ou a criar soluções para um problema.


ORIGINALIDADE: a habilidade de desenvolver soluções potenciais que outras pessoas não conseguiram pensar.

ELABORAÇÃO: a habilidade de formular uma ideia, de expandi-la e transformá-la numa solução concreta.

 

SENSIBILIDADE A PROBLEMAS: a habilidade de reconhecer o desafio central dentro de uma tarefa, bem como das dificuldades associadas a este desafio.

 

REDEFINIÇÃO: a capacidade de ver um problema conhecido sob uma perspectiva completamente diferente.

 

TOLERÂNCIA À AMBIGUIDADE: a capacidade de aceitar e trabalhar ao mesmo tempo com múltiplas causas ou respostas a um problema ou desafio singular.

DIVIRTA-SE !

1-

Desenvolvido por J.P. Guilford em 1967, o teste de USOS ALTERNATIVOS amplia sua criatividade. Você tem 2 minutos para escrever o máximo de usos possíveis para um objeto do dia a dia.

Desafio: Faça uma lista de USOS ALTERNATIVOS para clips de papel.

2-

PENSAMENTO REVERSO : Em vez de adotar a maneira lógica de olhar para um problema, tente a abordagem inversa.

Desafio: Abordagem típica: Como posso dobrar minha base de seguidores na rede social?

Escreva em 5 minutos o  seguinte PENSAMENTO REVERSO: como posso ter certeza de não ter nenhum seguidor em nenhuma rede social?

DICA: Tente ser o mais completo e didático possível!

3-

TEORIA DA DEPENDÊNCIA DE ATRIBUTOS:

É o processo de desmembrar algo, que pode ser um objeto, sistema, projeto, ideia, etc., em seus atributos  e então pensar sobre seus atributos ao invés do algo em si. O processo completo consiste em identificar e caracterizar os atributos de uma entidade e gerar ideias para:

a)      Encontrar novos usos para um objeto;

b)      Encontrar novas formas para um objeto;

c)      Encontrar soluções para um problema complexo;

Como funciona:

1º . Liste os atributos internos do objeto; (normalmente são as características, aspectos etc.)

2º. Liste os atributos externos de um objeto.(pode ser algo tangível ou físico, as características do usuário, gênero, tempo, condições externas etc. )

Numere as listas de forma diferente: por ex: a lista de atributos externos com 1,2,3... e a lista de atributos internos com A,B,C...

Selecione aleatoriamente uma característica de cada lista ( 1 atributo externo e 1 interno). 

Crie uma frase simples como:

" assim como o  nºX muda, também muda a letra:X "

Por ex: Para descrever um óculos com lentes transitions (fotossensíveis) : assim como a claridade (raios UV) aumenta, escurece a cor da lente.

Exercício:

Pegamos um objeto  existente e desmembramos em atributos.

Veja a lista abaixo de atributos e crie novos conceitos criativos incríveis que podem ser transformar em um outro uso, portanto um novo produto.

 

ATRIBUTOS EXTERNOS:

1. Hora do dia
2. Tempo decorrido de toque do alarme
3. Duração do sono
4. Características do usuário: homem, mulher, criança, idoso
5. Dia da semana

ATRIBUTOS INTERNOS:

a.  Volume de alarme
b. Tipo de som de alarme
c. Cor
d. Tamanho

e. Forma