DUIT - A casa do fazer

Rua Girassol, 1220 V. Madalena - SP

Tel: 11 3031-0110

Cel: 11 99590-7980 / 98631-9051

Visite nossas redes sociais

  • LinkedIn ícone social
  • Instagram ícone social
  • Facebook ícone social
  • YouTube ícone social
  • Ana Paula Martins

Design Thinking para desenvolver habilidades e emoções humanas!

Atualizado: 4 de Jun de 2019

O Design Thinking está na moda, como várias outras metodologias do passado, hoje parece ser a solução para todos os problemas. Pelo menos para problemas centrados questões humanas, é perfeito!!!


O que é Design Thinking?


Design Thinking no Duit

Encontrei no site da Endeavor uma explicação que muito me agradou. "É uma abordagem que busca a solução de problemas de forma coletiva e colaborativa, em uma perspectiva de empatia máxima com seus stakeholders (interessados): as pessoas são colocadas no centro de desenvolvimento do produto – não somente o consumidor final, mas todos os envolvidos na ideia (trabalhos em equipes multidisciplinares são comuns nesse conceito)".


É uma metodologia que coloca o cliente no centro do problema! Ela ajuda a criar ideias, soluções e prototipagem de forma rápida, colaborativa e dinâmica e por ser centrada no cliente, o feedback do maior interessado é fundamental em várias etapas da dinâmica.


E se colocarmos a própria equipe no centro do problema?


Durante os workshops de Design Thinking aplicados, experimentamos usar o mesmo formato para trabalhar disfuncionalidades de uma equipe e BUM!!

Foi sensacional! A forma colaborativa de trabalhar emoções e habilidades de um grupo, não podia ser mais adequada!


A etapa de empatia é o ponto de partida da metodologia. Ao trabalharmos a escuta ativa, possibilitamos que todos sejam ouvidos. Ao respeitarmos e aceitarmos TODOS os envolvidos, eles se percebem como peça importante de uma grande engrenagem e a consequência é a vontade genuína do grupo em resolver os problemas. Na etapa de empatia, realmente focamos na quantidade, em encher a parede com os sentimentos que afligem a todos.


Na próxima etapa definimos quais os problemas mais importantes para o bom funcionamento da equipe.


Design Thinking Empatia

A partir deste passo todo o esforço da dinâmica é de criar a sensação de responsabilidade em parte dos problemas apresentados e gerar a sensação de que o grupo, em conjunto, tem o poder de criar soluções para cada problema. Claro, apenas o reconhecimento da sua parte na disfunção de um time, não vai fazer ninguém mudar de comportamento. Isto exige esforço, foco e principalmente tempo. Precisamos enxergar nossa parcela, "a parte que nos cabe da pizza".


Por isso, entregamos um desafio construtivo para a equipe, a fim de entender, o quanto os problemas apontados estão enraizados no trabalho diário. E por isso, adotamos a metodologia construcionista para substituir as etapas de prototipagem e teste do Design Thinking.


O construcionismo e a prototipagem de emoções e habilidades


O objeto a ser construído é quase um ator coadjuvante de todo o workshop.


Prototipagem real no Design Thinking

A metodologia construcionista nos possibilita enxergar as atitudes rotineiras de um time durante o processo de construção! E o objeto pronto é a materialização das disfunções ainda presentes na equipe e das competências e habilidades mais e menos utilizadas.


O maior benefício desta abordagem é o entendimento completo da situação: na etapa de Design Thinking os problemas são verbalizados, discutidos, definidos e priorizados.


Na etapa construcionista, conseguimos observar todos os problemas em sua forma mais verdadeira e prática.

Assim, conseguimos demonstrar pontos de melhoria, ao permitir que o grupo interaja de uma nova forma mais dinâmica, consciente e criativa.


Quer saber mais sobre a metodologia construcionista e nossos programas de desenvolvimento ? Fale com a gente! Teremos o maior prazer em ajudar!!!


#designthinking #metodologiasageis #teambuilding #teambuildingconstrucionista #metodoscentradosnocliente